O show

palco do showPois bem. Sem maiores delongas… eu fui ao show do U2!

Eu já havia comentado em outro post que faria o possível para conseguir ir ao show. E não é que deu? Existe até mesmo uma teoria de que esse show foi o que me motivou a prolongar a minha viagem por mais um mês (o meu contrato de trabalho já acabou desde agosto).

Bem, suposições à parte, o que importa é que no final das contas eu fui sim ao show!

Realmente foi um jeito incrível de fechar a minha viagem para o Canadá (já volto segunda, dia 21).

E olha que foi o meu primeiro show em estádio! Comecei com estilo, hein? Pensando bem, acho até que foi a primeira vez que eu fui a um estádio, mas enfim, essa parte a gente pula.

cn towerO estádio do Blue Jays em Toronto, o Rogers Centre, é lindo, o lugar perfeito para o show, com a CN Tower lá toda bonita (parecia até que a iluminação dela seguia as luzes do show).

Mas e o show, menina! Como foi?

Ah! O show de U2 é mesmo indescritível, foi emocionante ouvir músicas tão marcantes ao vivo, uma vibração maravilhosa.

Claro que, no Brasil, a empolgação da platéia teria sido outra. Mas eu tenho que dizer que aqui eu já fui a vários shows e jogos de hóquei e o mais perto que o público chegou de ter uma animação parecida com a do Brasil foi nesse show. Eles até ensaiaram uma “ola” antes do show começar (acredite, para os padrões daqui isso é quase que uma contravenção).

E a banda que abriu o show, a Snow Patrol, é bem legal, segue a linha do U2. Eles conseguiram animar metade do estádio (a outra metade só chegou em cima da hora de U2 começar). O vocalista dizia: “Daqui a instantes vocês estarão diante do melhor show de suas vidas! O nosso trabalho é fazer o aquecimento com vocês”.

Realmente… que show! Para mim só não foi melhor porque eu fui sozinha… snif! Mas o grupo que sentou ficou em pé nas cadeiras do meu lado era bem legal. Tinha até um inglês que, desde 1985, já tinha ido a 31 shows de U2, sendo que 3 só do 360 Tour, que começou no final de junho desse ano. E ele ainda voltaria com o grupo no dia seguinte, 17, para ver o segundo show em Toronto.

Enfim. Acho que não tenho mais como descrever. Fiz uma montagem rápida com pequenas filmagens que fiz durante o show, para vocês terem uma idéia. Pesquisando no youtube dá para encontrar bem mais.

E aí? Gostaram?

Trilha sonora brasileira

Ultimamente a minha trilha sonora aqui no Canadá tem sido bem verde e amarela. Na mesa do bar, uma roda de brasileiros e “simpatizantes” (gringos completamente apaixonados pela cultura brasileira). Ao fundo, uma banda tupiniquim que não deixa ninguém ficar sentado.

Desde o dia do trabalho (que aqui e nos EUA só é celebrado na 1ª segunda de setembro) o grupo se encontra quase toda sexta-feira em um restaurante chileno bastante aconchegante chamado Viña del Mar, ao som da banda Florquestra Brasil.

Clique na imagem para ver as fotos.

Clique na imagem para ver as fotos.

De tanta empolgação, filmei uma apresentação da Florquestra.

Em maio ainda teve o acústico de Rômmel Ribeiro no Mercury Lounge, com o conterrâneo Gustavo na guitarra solo. Também gravei vídeos desse show.

Para ver todos os clipes, basta clicar nas imagens abaixo.

Vídeos de Florquestra Brasil

Vídeos de Florquestra Brasil

Vídeos de Rômmel Ribeiro

Vídeos de Rômmel Ribeiro

E aí? O que vocês acharam dessa aventura?

Bono Vox e a AIESEC

Uma charada para os meus queridos co-pilotos:

O que Bono Vox (líder da banda U2), Bill Clinton (ex-presidente americano) e o vencedor do prêmio Nobel da Paz em 2008 (Martti Ahtisaari) têm em comum?

Resposta: Todos um dia já foram membros da AIESEC!!!

Eu já falei, em meu primeiro post, sobre essa que é a maior organização estudantil (não-governamental) do mundo e também responsável pela minha vinda ao Canadá. Para saber mais, basta clicar na logo localizada no menu direito do blog.

Em tempo: A AIESEC em Recife está com processo seletivo aberto. Inscrições até 20 de março (sexta-feira).

U2 360 tourAgora, voltando ao assunto “Bono Vox”…

A banda U2 iniciará nova turnê global em 30 de junho, com show já marcado em Toronto para daqui a precisos 6 meses, em 16 de setembro!!!

Essa eu não posso perder! Estou só esperando os ingressos serem colocados à venda. Afinal, sai mais barato viajar de Ottawa para Toronto do que de Recife para São Paulo para acompanhar o show. A previsão é de que a banda irlandesa chegue ao Brasil entre o final de 2010 e o início de 2011.

E essa turnê é ainda mais especial porque será a primeira vez que uma banda monta uma estrutura 360º, que permite à audiência acompanhar o show de qualquer ponto do estádio com um excelente campo de visão.

Será que a banda irá bater o recorde da Madonna?