Vai ser diferente (It will be different)

No “espírito de Ano Novo”, publico aqui um poema de Carlos Drummond de Andrade, já bem conhecido. Tomei a liberdade de fazer uma tradução simplória livre do texto para o inglês e então o repassei para colegas de trabalho e amigos aqui do Canadá. Nem precisa dizer que eles adoraram, né? É isso aí, temos mais é de “exportar” a nossa cultura, em vez de só reclamar que eles acham que o Brasil é só “Carnaval e futebol”.

“Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança,
fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar
e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação
e tudo começa outra vez, com outro número
e outra vontade de acreditar
que daqui para adiante
vai ser diferente.”

(Carlos Drummond de Andrade, poeta, contista e cronista brasileiro, 1902 – 1987)

Um Feliz Ano Novo para todos!

__________________________________________

Time

“Whoever had the idea to cut the time in slices,
to what has been given the name of “year”,
was a remarkable genius.
For this has industrialized hope,
making it work up to an exhaustion edge. 

Twelve months are enough to make any human being tired out to the point of
throwing in the towel.
But then comes the miracle of renovation,
and everything starts yet once again, with another number
and another will to believe
that from now on
it will be different.”

(Carlos Drummond de Andrade, Brazilian poet, writer and columnist, 1902 – 1987)

A Happy New Year to all!