Biscoitos de escoteiro

Biscoitos de escoteiras

Biscoitos de escoteiras

Mais uma cena de filme: Meninas escoteiras vendendo biscoitos de porta em porta.

Tudo bem que não foi bem assim que eu terminei comprando os tais biscoitos. Uma colega de trabalho foi quem vendeu as caixas para ajudar a Girls Guide (escoteiras do Canadá) a arrecadar fundos. Consegui a última! Elas acabaram rápido porque o comentário geral era de que “esse é gostoso!”, em uma clara referência ao fato de normalmente esse biscoito ser meio ruinzinho e a pessoas só o comprarem “para ajudar” mesmo.

Enfim. Ser escoteira é só mais um aspecto da infância-americana-de-filmes que eu não tive, junto com uma casa na árvore (tree house) e escaninho no colégio (locker).

O escotismo (do inglês Scouting)  é um movimento voluntário e sem fins lucrativos criado no início do século XX pelo militar inglês Robert Baden-Powell. Nele, o jovem aprende a trabalhar em equipe, bem como práticas de “vida ao ar livre”, como acampar, acender fogueira, usar bússola etc. O movimento feminino, Girl Guides, no Brasil chamado de Bandeirantismo ou Guidismo, foi fundado pela irmã de Robert, Agnes. Mesmo hoje em dia tropas mistas ainda são exceção.

 

Curiosidades

Nomenclatura: Os escoteiros-mirins são chamados “lobinhos” no Brasil. Em inglês, os meninos são os cubs e as meninas, brownies. Somente depois eles se tornam “escoteiros de verdade” e, finalmente, Guias (nomenclaturas diversas).

Números: Dos cerca de 40 milhões de escoteiros espalhados por mais de 200 países no mundo inteiro, mais da metade está concentrada nos seguintes países, nesta ordem:  Indonésia, EUA, Índia e Filipinas. No Brasil, o movimento ainda não é muito difundido.

Sempre Alerta (Be prepared): O lema dos escoteiros e o seu sistema de valores baseado na honra e lealdade é a sua marca registrada. Ainda assim, nunca estamos livres de desvios de conduta… Basta assistir à cena abaixo do longa de animação da Sony “A Casa Monstro” (Monster House) e conferir.

Verdade seja dita, após rever o trecho, percebi que a “vendedora” não é escoteira, e sim apenas uma estudante. Ainda assim, a cena é impagável e eu diria que preocupantemente engraçada.

 

 

E aí? O que acharam?

Anúncios

Estamos chegando lá

Outro dia eu comentei em outro post como o Canadá é um país atrasado. Mas é sempre reconfortante saber que estamos chegando lá…

Com o horário de verão iniciado hoje (8 de março), estamos agora apenas uma hora “atrasados” em relação ao Brasil.

Um dia, quem sabe, a gente chega lá!

(É tipo o sonho do irmão mais novo de ter a mesma idade do irmão mais velho).

Detalhe: Ainda estamos bem distante do verão. Depois do inverno, que só acaba dia 21, ainda teremos a estação “Ainda inverno”  (leia mais sobre as “estações no Canadá” nesse post).

Fortune cookies

fortunecookies

Os fortune cookies, ou biscoitos da sorte, são muito comuns no Ocidente, em países como Estados Unidos, Brasil e o próprio Canadá (curiosidade: ao contrário do que se imagina, eles não são utilizados na China).

Normalmente, dentro do biscoito, há uma frase de “incentivo”. Pode ser desde um provérbio chinês a até mesmo uma espécie de “profecia”, que anuncia a tal “boa fortuna” que está por vir. Por isso mesmo, para “dar uma força”, em geral o verso do papelzinho contém “números da sorte”, como dica para jogar na loteria.

Mas você já sabe de tudo isso. Essa introdução toda foi só para dizer que aqui o verso do papel traz a frase em francês em vez de números. Só mais um exemplo de como no Canadá tudo realmente  tem de ser apresentado nos dois idiomas oficiais.

Até que não deixa de ser um jeito de praticar, para quem já arrisca uma frase ou outra fazendo “biquinho”…

Abaixo, a fortuna que eu tirei no biscoitinho de hoje, direto do refeitório da empresa:

“You have the ability to nurture and work creatively with others”.

“Vous savez encadrer et travailler avec les autres”.

Tradução: “Você tem a habilidade de criar e trabalhar criativamente com outros”.

País atrasado esse, viu?

E como diria meu tio…

“Olha, vou te contar, que paisinho atrasado esse! Enquanto aqui já são duas da tarde, aí ainda é meio-dia!”

Brincadeiras à parte, esse post é só para avisar que o horário de verão no Canadá está acabando. Então, a partir de amanhã, serão 2 horas de diferença para o Recife, sendo que 3 horas em relação à Brasília, por  conta do próprio “Daylight saving time” do Brasil.